Cosmiatria é uma subespecialidade da dermatologia dedicada ao tratamento e prevenção de alterações estéticas da pele. Além de cuidar das doenças, a cosmiatria cuida da estética da pele, como linhas de expressão, sulcos, rugas de expressão, manchas na pele, envelhecimento precoce, dentre outros.

A evolução de tratamentos nesta área é tendência mundial e a procura por uma aparência saudável está cada vez mais em alta, o que fez com que a cosmiatria dermatológica avançasse muito nos últimos anos em descobertas de novos métodos de rejuvenescimento e regeneração da pele.  Além do correto diagnóstico do tipo de pele e das alterações cutâneas, o cosmiatria também é responsável por orientações de cuidados diários de limpeza e proteção e pela prescrição de cremes, loções e ácidos, os chamados “dermocosméticos” e “cosmecêuticos”, que funcionam como medicamentos e cosméticos ao mesmo tempo, específicos para cada caso.

Esse ramo da dermatologia realiza tratamentos pouco invasivos e de rápida recuperação, que ajudam a melhorar não só a aparência física, mas também a autoestima, mas é importante ressaltar que não são procedimentos simples, fáceis de realizar ou livres de risco e, portanto, devem ser executados com orientação de profissional qualificado em ambiente e condições adequadas.

O objetivo da cosmiatria não é apenas melhorar e rejuvenescer a pele, a especialidade desenvolve um intenso trabalho de investigação para tratar alguns problemas associados à estética, podendo desta maneira melhorar a qualidade de vida dos indivíduos.

Em geral, a pele é uma reação do organismo avisando que algo não está em equilíbrio. Na Imunoderm trabalhamos esta relação da saúde integral do ser humano, já que em geral, muitos processos alérgicos desencadeiam problemas de pele, sendo a pele uma resposta secundária do problema original.

Dentre os tratamentos cosmiátricos, a Imunoderm oferece o tratamento da acne, tratamento de revitalização facial, clareamento de manchas, clareamento de olheiras, tratamento para estrias e o tratamento para celulite.

Nosso tratamento de revitalização facial é feito com Gatuline, que é excelente agente de combate aos sinais da idade para todos os tipos de pele.
O Gatuline é um ativo de origem vegetal de ação rápida que reduz e suaviza rugas e linhas de expressão, limitando microcontrações e reorganizando a arquitetura da derme.

A sessão de revitalização facial com Gatuline dura aproximadamente uma hora. Em uma sessão de revitalização facial, há a aplicação de seis produtos como esfoliante, tônico, máscara revitalizante, massagem com produto específico, sérum e filtro solar.

Os tratamentos para clareamento de manchas também melhoram brilho, textura e firmeza da pele do rosto, promovendo um rejuvenescimento eficaz da pele tratada.
Os peelings de Melanesse, Cosmelan e Dermamelan são os tratamentos mais indicados para o clareamento de manchas (tipo melasma) e podem ser associados ao Peeling de Cristal e ao ácido Retinóico.
Para manchas causadas por exposição solar, o tratamento com Laser pode ser realizado na pele do rosto, após a primeira etapa de tratamento com peeling. E, em alguns casos, o Laser também pode tratar a pele do pescoço, colo e corpo. Mas, o Laser não é indicado para tratar melasmas.
Para tratamentos com peeling químico, recomendamos 10 sessões, em média, com o intervalo ideal de 15 dias entre cada sessão. E, para tratamentos com Laser, recomendamos uma média de cinco sessões com intervalos mensais.
Todos os tratamentos de clareamento de manchas são muito seguros e eficazes. Os resultados podem ser observados nas primeiras sessões. Contudo, durante o tratamento, o uso diário de protetor solar é obrigatório e a exposição excessiva ao sol deve ser evitada pelo paciente.

As olheiras são resultado de fatores que agem conjuntamente: depósito de melanina na pele (pigmento que dá cor à pele) somado à microcirculação local que causa o escurecimento da região e a atrofia da gordura infrapalpebral
As olheiras são frequentes em pessoas de pele morena, pois a pele morena fabrica maior quantidade de melanina. Como a pele abaixo dos olhos (pálpebra inferior) é muito fina, o conjunto de vasinhos acaba se evidenciando nessa região.

Infelizmente, não existem tratamentos curativos. Mas, existem muitos tratamentos de clareamento de olheiras que melhoram o aspecto como:

– Cremes antiolheiras

Melhoram a circulação local e diminuem o depósito de pigmento. Podem resolver o problema mas não são suficientes em muitos casos. Por isso, os cremes antiolheiras devem ser associados a substâncias calmantes e nutritivas que melhoram o aspecto local da pele.

– Laser como Luz Intensa Pulsada, Erbium Yag e Laser Fracionado

A Luz Intensa Pulsada não remove o tecido nem prejudica a pele da região. Como age somente sobre o pigmento, a Luz Intensa Pulsada garante rápida recuperação e estimula também a derme a formar um novo colágeno.

Além da Luz Intensa Pulsada, também podem ser realizadas sessões de Erbium Yag e Laser Fracionado. O Erbium Yag promove a evaporação da célula e remove o excesso de pigmento, amenizando a coloração das olheiras. E o Laser Fracionado promove o rejuvenescimento da pálpebra e a melhora da flacidez, tônus e bolsas, além do clareamento.

– Peelings e preenchedores

Os peelings também podem ser empregados, pois promovem a troca de pele local e estimulam a formação de uma nova pele saudável. Preenchedores com base de ácido hialurônico também podem diminuir a depressão causada em olhos mais encovados, diminuindo o aspecto de olheiras.

As estrias surgem da ruptura das fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis pela elasticidade e estão localizadas na derme (camada profunda da pele). As estrias surgem por sua distensão exagerada ou devido a alterações hormonais.

Para tratamento de estrias, trabalhamos com Peeling de Cristal com ácido Retinóico, Carboxiterapia e Intradermoterapia que estimulam a formação de colágeno e elastina, levando a formação de uma nova camada celular e melhorando progressivamente a textura e o brilho da pele.

De acordo com avaliação médica, o intervalo entre cada sessão de tratamento de estrias pode variar de sete a 15 dias. Geralmente, dez sessões são recomendadas. Durante o tratamento, a exposição exagerada ao sol deve ser evitada.

Existem diversos tratamentos para celulite, como drenagem linfática, endermologia, indermoterapia, intrademoterapia, eletrolipoforese, sub-incision e ultrassom.

A celulite também é conhecida como lipoesclerose ou fibroedemaginóide e atinge 90% das mulheres em algum estágio de suas vidas.
Para entender o processo de formação da celulite, precisamos saber que temos células de gordura, chamadas de lipócitos, que são responsáveis por receber o excesso de gordura proveniente da nossa alimentação. O acúmulo de gordura aumenta o tamanho dessas células de gordura. Embaixo da pele, existe um tecido gorduroso que é formado por um número grande dessas células.

Pessoas magras tem uma quantidade menor de lipócitos do que pessoas com tendência a serem obesas. Por terem um tecido gorduroso menor, pessoas magras tendem a ter menos celulite do que pessoas mais obesas.

No tecido gorduroso, há também fibras que separam os lipócitos. Nas mulheres, as fibras são mais finas e perpendiculares ao corpo. E, nos homens, são mais grossas e próximas aos músculos. Essa diferença explica por que as mulheres tem mais celulite que os homens.

Quando o tecido gorduroso da mulher aumenta, ele se expande rumo à pele. Mas, nos homens, quando o tecido gorduroso aumenta, as fibras resistem a essa expansão e empurram o tecido gorduroso em direção à profundidade. Por isso, a pele dos homens não costumam apresentar irregularidades tão conhecidas como celulite.

Na condição normal, o tecido gorduroso é irrigado de forma abundante, mantendo as células gordurosas em tamanhos e formato normais. Mas, quando o tecido gorduroso aumenta muito, veias e linfáticos são comprimidos, formam um edema (inchaço) e aumentam ainda mais o volume do tecido gorduroso, acelerando o processo de celulite.

O hormônio feminino também dirige mais gordura para regiões do corpo como quadril, piorando as condições circulatórias e agravando a celulite, que pode evoluir e se apresentar em quatro estágios de evolução:

– Estágio 1 – Acontece um aumento de volume das células na região afetada ocasionando uma discreta dilatação das pequenas veias do tecido gorduroso, a pele não apresenta sinais visíveis ou dor.
– Estágio 2 – Ocorre um maior inchaço das células de gordura e detritos que deveriam ser eliminados mas passam a ser acumulados debaixo da pele. Ao apalpar a pele, é possível observar irregularidades mas sem desconforto (dor).
– Estágio 3 – A circulação está comprometida, causando inchaço, dores, aparecimentos de “vasinhos” e microvarizes nas pernas. Já é possível observar uma desordenação no tecido e surgimento de nódulos. A pele tem um aspecto de casca de laranja.
– Estágio 4 – A presença de micronódulos e macronódulos é visivelmente observada, assim como uma significativa fibrose (endurecimento do tecido). Neste estágio, a circulação está muito comprometida, deixando as pernas muito inchadas e doloridas com celulite dura e pele cheia de depressões (“buracos”).

Quais são os tratamentos para a celulite?

Existem diversos tratamentos eficazes para combater e amenizar os sintomas da celulite. Além dos tratamentos, é muito importante manter hábitos diários saudáveis como ingerir menor quantidade de calorias, praticar exercícios físicos e ingerir muito líquido.

Como prevenir a celulite?

– Beba muita água para eliminar as toxinas.
– Evite roupas muito justas, pois dificultam a circulação.
– Prefira saltos baixos. Sapatos de salto alto que dificultam a circulação.
– Após o banho, massageie seu corpo para facilitar a circulação e mobilizar os líquidos acumulados.
– Respire corretamente para facilitar a liberação de toxinas, relaxar tensões e auxiliar a oxigenação.
– Consuma alimentos ricos em fibras para melhorar seu hábito intestinal como frutas e vegetais.
– Evite consumir açúcar refinado, sal em excesso, refrigerantes, bebidas alcoólicas e cigarro, pois dificultam a circulação, além de causarem diversos outros males.
– Pratique caminhadas e exercícios como hidroginástica e natação que massageiam os tecidos e trabalham a musculatura de forma geral.
– Deite com as pernas elevadas e gire as pontas dos pés, mexendo os tornozelos, para facilitar o retorno venoso.

O Peeling de Cristal é um tratamento estético indicado para tratamento de manchas solares, melasmas, cicatrizes de acne superficiais, estrias, rejuvenescimento facial (rugas), fotoenvelhecimento e poros dilatados.

É uma microdermoabrasão através de um jateamento de cristais que promovem uma renovação celular e estimulam a produção de colágeno. Além do rejuvenescimento, o Peeling de Cristal promove uma limpeza profunda da pele que facilita a penetração de produtos tópicos. Por isso, os melhores resultados são alcançados, quando o Peeling de Cristal é associado a limpeza de pele, laser e peeling químico.

Por ser um procedimento muito simples, o Peeling de Cristal garante uma recuperação rápida e o paciente pode voltar normalmente ao seu dia a dia logo após cada sessão do tratamento. As sessões variam de acordo com a necessidade clínica de cada paciente, podendo ser semanais, quinzenais ou mensais.

Na depilação a laser, os equipamentos de Luz Intensa Pulsada, Laser de Diodo ou Laser de Alexandrite podem ser utilizados no tratamento. A escolha do equipamento depende do tipo e da cor da pele, além da área a ser tratada e a quantidade de luz que será emitida.

A luz emitida pelo aparelho é absorvida pela melanina do pelo que o queima através do calor produzido, atingindo a raiz do pelo. Em cada sessão de depilação a laser, há a destruição de uma porcentagem de pelos, que são aqueles que estão na fase ativa. Assim, como não são todos os pelos que estão em fase ativa, várias sessões de depilação a laser são exigidas.

A depilação a laser pode ser realizada em qualquer área do corpo que tenha pelo – como axilas, virilha, rosto, pernas, entre outras áreas do corpo, exceto em sobrancelhas.

A quantidade de sessões depende do tipo de pele, ciclo do pelo, região a tratar etc. Geralmente, são necessárias entre quatro e oito sessões para conseguir a eliminação de 90% dos pelos. Entretanto, pelos claros e finos e peles morenas ou negras necessitam de mais sessões para obtenção do mesmo resultado.

A depilação a laser é um tratamento muito seguro. Mas, em alguns casos, pode haver efeito colateral como hipocromia ou hipercromia transitórias que são manchas, principalmente, em pessoas bronzeadas.

Devido a esse possível efeito colateral, a exposição solar deve ser evitada antes, durante e até algumas semanas após o tratamento de depilação a laser.

Em tratamentos de depilação a laser no rosto, recomenda-se um intervalo de 30 a 45 dias entre as sessões. E, no tratamento em barba e corpo, recomenda-se um intervalo de 40 a 60 dias. E, na depilação a laser em pernas, um intervalo de 45 a 90 dias entre cada sessão é recomendado.

O rejuvenescimento facial com Laser Ultrapulse CO2 ou Laser Erbium Ultrafine proporciona uma melhora de rugas finas e profundas causadas pelo envelhecimento natural da pele e excesso de exposição ao sol.

As rugas mais profundas (rugas de expressão) resultantes da ação muscular sobre a pele são amenizadas com laser, porém necessitam de complementação com a toxina botulínica (Botox® ou Dysport®) para manter os músculos em repouso.

Outras irregularidades da pele também podem ser tratadas com Laser, como sequelas de acne, cicatrizes, manchas e lesões da pele como nevus, verrugas, ceratoses, siringomas, xantelamas etc.

O tratamento de rejuvenescimento facial com Laser age na remoção das camadas mais superficiais da pele, promovendo uma contração das camadas mais profundas da derme que, ao regenerar, apresentará uma pele mais firme com uma aparência mais saudável e jovial.

Saiba mais sobre o Laser

– O Laser não gera cicatrizes, pois é um tratamento isento de cortes.
– Somente o raio laser entra em contato com a pele, promovendo uma possível descamação da pele.
– Dependendo do caso, uma anestesia local com sedação pode ser necessária.
– O tempo do procedimento varia de acordo com a extensão da área a ser tratada.
– Geralmente, cada sessão dura de 30 minutos a duas horas.
– Exames complementares podem ser solicitados por seu médico dermatologista.
– Fotografia da área tratada é importante para avaliação, programação e documentação do seu tratamento.
– No dia do tratamento, vá preferencialmente acompanhada(o).
– Sua pele será previamente preparada para o tratamento de acordo com seu tipo de pele.
Cuidados
– O jejum de seis horas antes do início da sessão é recomendado.
– Medicação para hipertensão ou outras doenças deve ser informada ao seu médico dermatologista.
– Uso de isotretinoína ou outras substâncias para tratamento de Acne também deve ser informado.
– Informe sempre a realização de outros tratamentos cutâneos, como peeling químico ou peeling abrasivo.
– Medicação com ácido acetil salicílico e anticoagulantes não impedem o tratamento com Laser.
Pós-operatório
– Com curativo oclusivo, a dor é mínima.
– Febre leve é rara mas, caso ocorra, cederá com medicação habitual.
– A sessão é realizada na própria clínica e o paciente é liberado, após o procedimento.
– Após o procedimento, a área tratada é coberta com uma fina película que permanece durante seis dias.
– Após a retirada dessa película, a pele deve ser hidratada.
– A área tratada apresentará uma coloração avermelhada, que permanecerá em média de um a dois meses.
– Durante esse período citado acima, o uso de filtro solar é obrigatório e é proibido qualquer tipo de exposição solar até que tenha desaparecido a coloração avermelhada. O não cumprimento dessas orientações médicas comprometerá o resultado do tratamento.
– Em caso de necessidade de uso de maquiagem, será necessário o uso de uma base especial com filtro solar. Tanto maquiagem quanto tintura de cabelo devem ser evitados na primeira semana do tratamento.
– Durante a segunda e terceira semana do tratamento, inicia-se um tratamento preventivo de manchas escuras. Caso manchas escuras apareçam, o paciente deverá informar imediatamente ao seu médico.
– Manchas escuras são resultantes da cicatrização. Normalmente, são transitórias e desaparecem com tratamento adequado e constante sob supervisão médica. No entanto, caso o paciente se exponha ao sol, essas manchas podem se tornar permanentes.
– Durante a primeira semana, é recomendado que o paciente permaneça longe de janela, fogão e outros tipos de irradiação de calor. O repouso é recomendado, evitando atividade física e exposição ao vento.
– Qualquer tipo de dúvida deve ser perguntado pelo paciente ao médico para que todos esclarecimentos necessários sejam dados para sua tranquilidade.
Resultado final
– Durante os primeiros quatro meses, após o procedimento, a área tratada apresenta-se em recuperação.
– Com o passar do tempo, os tecidos orgânicos vão se acomodando e o aspecto da pele torna-se natural.
– A partir do quarto mês, realizamos uma nova sessão fotográfica para comparação do pré e pós-operatório (antes e depois). Essa avaliação poderá indicar a necessidade de algum retoque e deverá ser realizado após o sexto mês e no prazo máximo de um ano, após o procedimento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Doenças auto-imunes

As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo [...]

Botox – O que você precisa saber?

Sorrir, franzir a testa, apertar os olhos e até mastigar. Basicamente, qualquer movimento facial pode,eventualmente, levar aos sinais mais comuns de envelhecimento: rugas! As rugas fazem você [...]

ÁCARO – O GRANDE VILÃO DAS RINITES

Quando as queixas respiratórias pioram após o contato com poeira, mofo ou objetos guardados, seu filho pode ter alergia aos ácaros. Os ácaros são seres microscópicos que se alimentam de detritos [...]