A alergia é uma reação do sistema imunológico a substâncias estranhas, normalmente inócuas ao organismo. Este tipo de reação ocorre geralmente em indivíduos com predisposição genética ou que estão mais sensíveis ao contato com certas substâncias. Há uma série de itens que podem desencadear a alergia como fungos, poeira, pólen, medicamentos, proteínas de animais, produtos quimicos da indústria , insulto de artropodes, diversos alimentos, entre outros.

A herança genética é um dos maiores fatores para o desencadeamento de alergias, entretanto ela só se concretizará com o contato com as substâncias alergênicas. Indivíduos de todas as faixas etárias podem sofrer com reações alérgicas e cerca de 10% a 20% da população mundial hoje têm alguma alergia que compromete de forma significativa a qualidade de vida em adultos e crianças.  Este quadro tem se agravado com o passar dos anos.

Quando os alérgenos entram em contato com o organismo, as células produtoras de anticorpos são ativadas, causando a liberação de mediadores potentes, principalmente histamina, substância determinadora dos sintomas alérgicos. Alguns sintomas característicos são espirros, nariz obstruído, coriza, prurido, lacrimejamento, urticárias, edemas, inflamações dermatológicas e falta de ar. Alguns sintomas alérgicos são potencialmente graves e até mortais como, por exemplo, a Anafilaxia que pode envolver de forma grave o sistema cardio-respiratorio.

Os tipos mais comuns de alergias são as alergias alimentares, que cada vez estão mais sérias e atingem mais gente da população, entre elas, as alergias advindas do leite de vaca, do trigo, ovos, amendoim, soja, peixes e frutos do mar. Também existem as alergias da pele, as alergias nasais e respiratórias – como a rinite, e as alergias oculares, das quais a conjuntivite alérgica é a mais comum.

É importante entender a diferença entre ser alérgico e ser intolerante. A alergia ocorre quando o sistema imunológico pensa que uma substância é perigosa, mesmo que seja inofensiva, e reage a ela com sintomas característicos. Na intolerância ocorrem reações adversas que não envolvem o sistema de defesa. Essas reações acontecem, sobretudo, na esfera alimentar.

A alergia em si não tem cura, mas pode ser controlada e administrada com tratamentos adequados. Em geral, os tratamentos das alergias visam aliviar os sintomas, afastar o paciente da substância causadora da alergia e, em casos selecionados, induzir níveis de tolerância. A imunoterapia específica é o único tratamento capaz de modificar o curso natural da doença.

Na imunoderm seguimos o protocolo desenvolvido pelo serviço de Imunologia clinica e experimental oficial da Santa casa da Misericórdia do Rio de janeiro. O protocolo consiste em realizar procedimentos diagnosticos padronizados internacionalmente e terapias especificas e personalizadas em cada caso, utilizando  materia prima da mais alta tecnologia.

Assim como em qualquer processo de doença, a melhor atitude é a prevenção, o cuidado prévio evita quadros agressivos e crônicos. De um modo geral, deve-se evitar contato com os alérgenos que estão causando os sintomas e provocando a doença.

TRATAMENTOS

Asma
Rinite
Sinusite
Alergia Alimentar
Urticária
Reações a Medicamentos
Doenças dos Olhos
Imunodeficiência da criança
Abortamento Imunitário

TESTES

Alergia Respiratória
Alergia de Pele
Avaliação de Imunidade
Infecções de Repetição
Herpes

HPV
Candidíase

AGENDE UMA CONSULTA

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Doenças auto-imunes

As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo [...]

Botox – O que você precisa saber?

Sorrir, franzir a testa, apertar os olhos e até mastigar. Basicamente, qualquer movimento facial pode,eventualmente, levar aos sinais mais comuns de envelhecimento: rugas! As rugas fazem você [...]

ÁCARO – O GRANDE VILÃO DAS RINITES

Quando as queixas respiratórias pioram após o contato com poeira, mofo ou objetos guardados, seu filho pode ter alergia aos ácaros. Os ácaros são seres microscópicos que se alimentam de detritos [...]